domingo, 8 de março de 2009

213 - Edde Wagner


Mais um auto-retrato. Desta vez, acho que parece mais. Mas o processo é mais importante, não o resultado!...

Afinal, como já disse aqui o Renato Alarcão 'Viver não é preciso. Desenhar é preciso.'

9 comentários:

Gicelle Archanjo disse...

Esse está muito parecido mesmo Edde, o outro tá muito legal, de uma expressividade maior! Preciso fazer o meu! Fui no centro cultural, estou com a mão pesada para fazer desenho de observação, mas vou postar alguns que coloquei! Esse blog tá me ajudando muito cara, vc nem imagina! beijos

cri-caminhos e artes disse...

edde ficou mais parecido mesmo!mas assim como a gi, eu gosto tambem do outro traço!!!eu gosto quando vc foge da sua area de conforto!!!srsrrrsrsrrrsrsrsrsr.um abraço!

Nelson Caramico disse...

Está bonito (o desenho). Parabéns!
Parabéns também pela idéia de criar esse blog. Estou curtindo bastante. Nunca fiz auto-retrato, vou tentar.
Abração!

mercadovisual disse...

É verdade, Viver não é preciso, nos dois sentidos: o de precisão e o de necessidade. E desenhar só é preciso no sentido de necessidade, pois o que saí de nossos lápis, canetas, nunca é aquela coisa matemática, precisa. Mas como é preciso no sentido de necessidade!! Sem desenhar perde-se um canal que toda pessoa amante de arte possui: o canal c/ o infinito.
Bom, chega de filosofia. Este retrato tá mesmo melhor que o outro. Captou um pouco mais.
Abração,
Gilberto

Gilberto Valadares disse...

parece com um viadinho que eu conheço que mora ali na frei caneca.. hehehehe :)

Gilberto Valadares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
neilima disse...

Olá, Edde!
Parece que esse ficou mais simpático, mas tá valendo mesmo é o esforço que a gente faz para tentar se expressar nesta rte que é uma delícia de se produzir!
Uma viagem que nenhuma droga pode superar!

Abração!

cri-caminhos e artes disse...

concordo com o nei e o gil, a cada dia esse blog provoca um viagem diferente, uma surpresa diferente!não tem fino, raio,goró,doce ou bala que supere a sensação de ser desse grupo tão repleto de doidos...por arte!fui........

Josenilson disse...

Muito parecido! Esse me lembra o Edde que eu conheço...
Pô mas morar na Frei Caneca tá queimando o seu filme muito hein Edde? Agora só falta o pessoal dizer que te viu vestido de espartano e gritando "RAUL"...