domingo, 12 de dezembro de 2010

1839- Geraldo Roberto da Silva


Creio que todos sabem o que representa fazer um desenho bom, na hora errada, no papel errado. É o caso desse desenho feito no porto velho de Rio Grande. Fiz um apontamento rapidíssimo com caneta hidrocor, num pedaço de papel velho. E eu até tentei fazer de novo, no mesmo local, com papel de classe e material apropriado. Mas não consegui. Não teve a mesma espontaneidade.
Acho até que já devo ter postado este desenho aqui uma vez. Se o fiz, certamente não fiz esse comentário. Vale como um post de domingo. E lembrem-se: nunca sabemos quando acontecerá o desenho bom. Por isso escolham sempre o melhor material.
Bom domingo a todos!
http://www.geraldorobertodasilva.blogspot.com/

8 comentários:

Paula de Brito Mota disse...

Que desenho maravilhoso!!!

Ricardo Pereira disse...

Muito interessante. Gosto imenso da caligrafia!

Gilberto Queiroz disse...

Fala, Geraldo! Lindo trabalho. Disse tudo quanto ao papel. Parabéns!

Tati Karpa disse...

Eu ia dizer justamente sua frase do final: use sempre papel bom, material bacana... acostume-se a eles

este seu está estupendo

desencana que o papel não era o melhor, pois está o máximo

bjk

Edde Wagner disse...

Muito lindo!!

Lúcia disse...

Em outro papel ficaria ainda melhor do que está? meudeusdocéu!! Tá lindo!

Cy Calfat disse...

Imagina se fosse em papel bom!!!!!

Van Pereira disse...

puts...que show de cena, impressionante este momento, duka pra carilha!!parabéns!