sábado, 14 de novembro de 2009

1237 - J.DAVID LEE


Olá pessoal.
Este é o Papito. Um cão de rua que bateu na porta de nossa casa todo estrupiado e acabamos pegando muito amor por ele.
Esses dias tem sido muito quentes, nem o Papito aguenta. Daí resolvi desenhar do lado de fora, ficando um pouco com ele e homenageá-lo com os materiais que estavam ao meu alcance.
Abração a todos e por favor, comentem...

9 comentários:

Ricardo sousa disse...

Cara curto muito seus desenhos. sempre dou uma passadinho no seu blog. abração!

J. DAVID LEE disse...

Mesmo? Que surpreza bacana... Valeu, Ricardo. Abração.

Marc Felix disse...

muito legal...

vani pereira disse...

duka!!!

Tati Karpa disse...

Gosto muito do seu jeito de destacar a figura contra um fundo bem forte
O Papito parece ser muito dócil, mesmo... um fofo

J. DAVID LEE disse...

Obrigado Tati. Esta técnica aprendi com o Alex Cri Magno, ele sempre me dizia que isto funcionava bem em nossas excursões à Pinacoteca de S. Paulo. Valeu pelos comentários sempre constantes Marcelo e Vani. Abraçao e ótima semana a todos.

Lúcia Russo disse...

Essa técnica fica muito bonita e o desenho salta da folha.
Lindo o Papito.

J. DAVID LEE disse...

O Papito agradece Lucia. Ele foi devidamente pago participando do churras que fizemos... hahah
Beijo.

Edde Wagner disse...

Este fundo vermelho ficou da hora. Vermelho é muito lindo!