segunda-feira, 2 de novembro de 2009

1211 - Edde Wagner


Sábado de manhã eu fui à Praça da República, no centro da cidade de São Paulo, desenhar em uma feirinha onde são vendidos pastéis, yakissobas, etc.
Mas estava tão quente que decidi parar e voltar pra casa.
Como dá pra perceber, algumas figuras ficaram apenas esboçadas, porque as pessoas não ficavam paradas. Se mexiam muito!
Nós paulistanos somos inquietos demais!

8 comentários:

Marc Felix disse...

achei muito legal e principalmente os esboços das pessoas...

JoW Lee disse...

São Paulo, a maior esquina da miscigenação. Saudades. Esse desenho me trouxe boas lembranças dessa cidade que amo milimetricamente. Ficou muito legal mesmo com a inquietudade que falaste. Paulista é urgente mesmo.

neilima disse...

Falar que paulista não pára quieto e pára? Rererê...
Me recordo que quando estive em Sampa, passeei pela Praça da República, com mais dois amigos, fotografando e tinha um senhos negro, parecendo um angolano, muito bem vestido num terno e com gravata debaixo de um sol de lascar, pintando ao vivo, com espátila e pincéis, umas telas com o motivo bem próprio: camelos no deserto.
Seu desenho está muito bom, amigo Edde! PARABÉNS!

Tati Karpa disse...

Realmente, desenhar pessoas aqui em SP só se for modelo, mesmo... sábado tentei fazer umas pessoas no metrô, mas ninguém guenta ficar parado rsrs!

ei, eu lembro desse cara, Nei, ele tinha uma loja no shopping Ibirapuera, onde vendia seus quadros, além de tapetes orientais, se me lembro bem (eu era pirralha)... será que era o mesmo?

em tempo, a barraca tá show de bola, Edde! Uma coisa tb paulistana é isso: tem desde barraca de tempurá até acarajé...

mercadovisual disse...

Muito bacana, Edde. Mesmo assim, aparentemente inacabado, ficou mt bom.
Abração,
Gilberto

vani pereira disse...

Cara como eu adoro este pedaço, centro é tudo de bom, tem muita história, parabéns pelo feito, ta bem bacana!!

The Laughing Chimp disse...

Muito bom, Edde, deu até vontade de comer... Abraço!

Josenilson disse...

Grande Edde!
Nem precisa detalhar um desenho dessa magnitude! Tá tão expressivo e belo que se mexer estraga!