quarta-feira, 29 de julho de 2009

886 - Lúcia Russo


Estava escrevendo, fazendo algumas correções, mas entre um texto e outro, rola uma xícara de café, que ninguém é de ferro. Aproveitei para desenhar, com carvão.

9 comentários:

vani pereira disse...

duka pra carilha Lu...muito bom os tons de sombra e luz.

disse...

Como se diz la em Minas, Bom demais sô! Parabéns Lúcia, maravilha de efeito, abração.

ALEX MAGNO-ENJOY ART disse...

Que espetacúlo; já não é um poema é uma ópera!Demais amiga!!Abração!

Lúcia Russo disse...

Vani, Zé e Alex, muito obrigada pelos comentários, assim vou ficar toda prosa...
Beijos.

neilima disse...

Esse café é du bão mêrmo, hein, Lúcia!
Inspirador!
Tem um pouco aí pra rapaziada?
Rererê...

EXCELENTE estudo! Gostei muito, principalmente do tratamento na caneca!

Beijos!

Douglas Ferreira disse...

Muito Bom!Sou novo aqui no blog,mas já me sinto inspirado ao ver tantos desenhos e estilos,Sombreado com carvão é sempre muito bonito,parabéns!

Lúcia Russo disse...

Oi Nei, Douglas, valeu pel a força. Estou desenhando mais, desde que comecei a participar do blog e aprendendo bastante também. E com essa chuva aqui no Rio hoje, um cafezinho cai bem...rs.
Brigada, beijos.

Felipe Domingos disse...

Essa caneca ficou demais Lúcia, meus parabéeens!

Lúcia Russo disse...

Brigada, Felipe.
Grande abraço.