sábado, 25 de abril de 2009

404 - J. David Lee


O relógio marcava 22:12hs, e o ônibus para casa já havia partido. Incrivelmente numa sexta-feira fria, solitária, o motorista estava com pressa. E o pior é que não havia ninguém ao lado para falar sobre isso. Na solidão, olhei para esta caixa de força e pensei em aliviar minha angústia a desenhando. Às vezes é preciso se encontrar só para fazer alguma coisa...
Voltei para casa no ônibus das 22h45. E a caixa? Bem, acredito que nos veremos muitas vezes, em situações distintas. Mas este momento é único e singular, pois não existem dois momentos iguais, assim como dois desenhos.

6 comentários:

Edde Wagner disse...

Ficou lindo este desenho, David!
Por isso eu pego no seu pé as vezes.
Você tem talento, mas vive se sabotando!
Desenha muito!

neilima disse...

Ei, David!
Pára de ser mão de porco e compre um caderninho decente pra fazer esses desenhos maravilhosos! de preferência SEM AS PAUTAS, ok? Rererê...

PARABÉNS e abração!

mercadovisual disse...

Parabéns, David! Ficou mt legal. E têm história, o que torna o desenho mais legal ainda. Às vezes fazemos um desenho, simples até, mas que carrega o registro de um momento único, e isso o torna importante. Para outros pode até ser um rabisco, mas pra nós é arte.
Abração,
Gilberto

vani pereira disse...

caraca...se ta fazendo coisas cada vez melhores!!!

J. DAVID LEE disse...

Valeu pelos comentários, pessoal.
Abração a todos.

ALEX MAGNO-ENJOY ART disse...

legal mesmo!quando vc deixa as paranoias de hq de lado fica sempre um show!abraço!