terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

77, 78 e 79 - J. David Lee





Para estes desenhos usei lápis Faber Castell B e meu caderno de desenhos. O legal de usar lápis é a possibidade de trabalhar com diversas espessuras de traços e a leveza para correr com a mão pelo papel. Novamente meu gato Nic foi meu objeto de estudo, acho que está até acostumado pois não se mexe muito.

7 comentários:

Josenilson disse...

Muito bacana os desenhos do seu gato!
Eu bem que tentei ontem desenhar meu cachorro para postar aqui mas o danado não para mais de 10 segundos numa posição!

Edde Wagner disse...

Tô gostande de ver, David. Acho que finalmente pegou o 'espírito' do blog.

J. DAVID LEE disse...

Ah, sim... é que as vezes fico muito empolgado! Mas, entendi qual é o espírito da coisa... ahahh

Então, Josenilson... para desenhá-lo tive que pendurar um brinquedo dele na prancheta para ficar olhando pra cima. Ou então, quando estiver dormindo, daí dá. O legal de desenhar animais é que trata-se de uma anatomia bem diferente da humana. Abração.

neilima disse...

Olá, David!
Agradeço a sua visita e comentários!
Gosto muito dos gatos! A minha avó criava muitos deles, entre cães, galinhas e outros bichos.
Na minha adolescência eu vivia tentando desenhar esses bichanos. Tenho alguns desenhos antigos de gatos... Eu gostaria muito de ter um desses em casa, mas ainda não tive coragem, pois moro sozinho atualmente.

Abração e parabéns por seus desenhos!

mercadovisual disse...

Muito bons os gatos, David!! A anatomia deles é desafiante mesmo. Mas gatos são majestosos e dão belos desenhos, sempre!
Abraço

cri-caminhos e artes disse...

cara que legal,o nic vai acabar te cobrando cache um dia...e david, vc reparou como o seu traço está ficando um pouco mais solto! repare só. trabalhe um pouco a luz...principalmente dos olhos do nic. é só uma sugestão.não me leve a mau.que está louco,nem se questina,é só algo para se estudar...sei lá,desculpe se fui muito abusado...ñ foi com má intenção!fui........

J. DAVID LEE disse...

Opa, valeu pelos comentários pessoal. Valeu mesmo. Abração.